segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Perguntas


“Cada um recebe de Deus o seu próprio carisma, um de uma maneira, outro de outra.” 1 Cor 7, 7b

Uma oferta gratuita da parte de Deus, mas que, uma vez presente no coração, nos faz viver para o carisma, pelo carisma! Sendo próprio para cada um, ninguém vai receber o mesmo que o outro e, como consequência, tem mesmo que viver esse carisma, senão morre em si sem cumprir o que dele se esperava! E cada um recebe de sua maneira – uns enquanto procuravam, outros quando o pediram, quando não o esperavam ou até quando não queriam! Uns mais cedo, outros mais tarde, mas o que é o tempo e porquê julgar os desígnios do Senhor em relação à temporização da vida? Ontem não me dava jeito, hoje estou ocupado e amanhã já tenho planos, por isso decido quando recebo o meu carisma? Dizem outros: ah se ele tivesse percebido mais cedo? Porque não se decidiu antes? Porque esperou Deus tanto tempo? Porque…?
Andamos a controlar todos os segundos da nossa vida para ter tudo bem controlado?
Num segundo tudo muda…só Deus Permanece!

Neste fim-de-semana participei num encontro de pré-seminário! Ver jovens interessados em serem felizes, que é o que importa mais, dando espaço ao encontro com Deus, consigo próprios e com outros jovens, testemunhando-o com a sua atitude simples e sincera. Foi uma grande experiência e uma grande lição para mim. Um dos jovens com quem nos cruzámos numa pergunta que fez disse: “Como é que alguém tão novo pode pensar em tomar uma decisão tão séria?”
Que decisões, na vida, não são sérias? Pergunto eu…

2 comentários:

Telmo.F.S disse...

Grande amigo Hélio, Deus deu-me o privilégio de te conhecer e de te ter como amigo agradeço todos os dias por isso.
Sem duvidas que todas as decisões, na vida, são sérias nos por vezes e que nos esquecemos disso!
Grande post sem duvidas!
A pois isto agora é tudo a grande! Como dizia também o outro rapaz.
Abraço forte e parabéns pelo blog.
TelmoF.Seco

Patrícia disse...

Acho que muitas vezes as pessoas se esquecem (esquecemo-nos!) que o que é nosso às nossas mãos há-de vir ter, que não devemos ter pressas porque antes de nós pensarmos em algo já Ele a sabe ou não certa para nós =)*